Make your own free website on Tripod.com
VI Semana de Meio Ambiente
01-03 de junho de 2005, UERJ, Rio de Janeiro.

Redução do resíduo de rochas ornamentais por meio de aproveitamento eficiente do material extraído, com atenção especial no caso de álcali sienito

Akihisa Motoki,
Apresentação em poster, VI Semana de Meio Ambiente, UERJ, Rio de Janeiro, 01-03 de junho de 2005.
Resumo

       As rochas aplicadas a usos ornamentais com polimento na superfície, tais como revestimento de paredes e calçamento de pisos, são chamadas de rochas ornamentais. Principais rochas ornamentais são granitos e mármores e. Rochas de composição carbonática, com baixa dureza, tais como mármore e calcário, são chamadas comercialmente de mármores e, as rochas de composição silicática, tais como granito de lato sensu, gabro, sienito, ortognaisse, granulito, charnockito, etc., de granitos. Em comparação com outros materiais de usos similares, rochas ornamentais têm agressividade causando menor grau de efeito estufa. Isto é, os processos de extração, corte e polimento, consomem energia menor e conseqüentemente emitem menor quantidade de CO2.
       Um grande problema ambiental de rochas ornamentais é o resíduo. Na extração, cerca de 20% dos materiais são descartados e no processamento, em torno de 30%. Os resíduos emitidos nestes processos são compostos de retalhos de rochas cortadas, fragmentos e pó fino. Seguindo aos países industrialmente desenvolvidos, o Brasil exigirá os custos de tratamento dos resíduos sejam pagos por quem estão emitindo. Portanto, o aproveitamento efetivo dos resíduos de rochas é um tema muito importante para os produtores de rochas ornamentais.

Rochas ornamentais
Produtos